ReciclaMente
Depera Gelles

Senhor Joaquim, já na casa dos 74 anos de idade vivia a reclamar da sua condição de idoso.
Três vezes por semana levava o neto Nilo de oito anos nas aulas de karatê, assistia a aula desanimado, no caminho ouvia as estórias que o neto contava, e depois iam numa praça próxima da academia, onde Nilo desfrutava do direito de ser criança.

Enquanto Nilo brincava, “seu” Joaquim pensava no passado, e quando aparecia alguma pessoa que estava na mesma condição, esperando um neto ou filho, e sentasse no banco ao seu lado, pronto, lá ia “seu “ Joaquim puxar papo.

- É, nós idosos somos um bando de descartáveis, quando chegamos nessa idade, pra que servimos??
- A vida não é tão ruim assim....
- Não é ruim, e o que você acha disso.... E falava somente do lado negativo da velhice. Era normal a pessoa fingir que ia pegar a criança e sentar-se bem longe dele.

Um dia voltando com o neto do karatê, Nilo disse:

- Vovô, hoje a professora falou de recicláveis, e pediu alguns exemplos, eu disse que pessoas são recicláveis e ela respondeu que eu estava errado, que pessoas não são recicláveis, daí eu falei de você...
- De mim??
- É.., de como você sempre foi preocupado com o bem estar de sua família, de como criou todos os filhos, e que depois que a vovó morreu, a mamãe ficou preocupada com você morando sozinho e te chamou para morar com a gente...
- E onde entra o reciclável nessa estória??
- Entra que você se transformou, e hoje eu tenho meu melhor amigo morando comigo, e fazemos tudo juntos.

Enquanto Nilo brincava no tanque de areia, “seu” Joaquim pensava em tudo aquilo. Realmente eu não sou descartável, e sim reciclável, e posso me comparar a uma pet, pois quando mais jovem trabalhei e sustentei minha família, é como se todos bebessem meu líquido , depois envelheci, a garrafa ficou vazia, mas tenho serventia para meu neto, como se da garrafa, tivesse saído um brinquedo e quem sabe no que mais me transformarei, talvez quando partir desse mundo, ainda fico como um pequeno vaso transparente onde minha filha poderá plantar uma flor.